17 de agosto de 2016

Compositor Marco Aurélio e a Arte de Criar Grandes Sucessos

A arte de compor é um privilégio de poucos e criar grandes sucessos é um feito para um grupo ainda mais seleto de autores. Neste grupo seleto de autores encontramos grandes nomes da musica nacional e internacional. Grandes hits musicais que jamais saem de moda, ou seja, suplantaram a moda.

Entre esse grupo seleto de autores tive a honra de entrevistar o compositor Marco Aurélio (42). Em uma família oriunda do campo, nascido em Joaçaba – SC, filho do pecuarista senhor Sebastião e da professora senhora Zoe, o autor nos contou que teve infância muito tranquila.

O futuro compositor tinha apenas dois meses de idade quando sua família se mudou para Campo Grande – MS onde morou durante cinco anos.  Logo após, a família retornou à região sul e instalaram-se na cidade de Vacaria – RS onde iria passar toda sua adolescência. Aos quinze anos retorna a Campo Grande.

Marco Aurélio nos revela que na sua juventude, embora não fosse muito fã dos estudos, sempre foi um leitor assíduo. Fazia alguns bicos, como pintar cercas, para comprar suas coisas, não que fosse obrigado a ajudar em casa. E ressalta que seu sonho juvenil era ser presidente da república. Que bom que ele não se enveredou pelos caminhos da política, teríamos perdido um grande compositor.

O gosto pela musica certamente fazia parte da família. Contudo, soube apenas após sua partida – através de fotos antigas – que seu pai tocava violão quando mais jovem. Também destaca que sua irmã foi uma talentosa pianista, embora tenha trocado a carreira de musicista pela jurídica, lamenta.

Marco Aurélio começou a tocar violão logo aos seis anos. O artista conta que foi uma criança bastante hiperativa o que levou sua mãe a colocá-lo para aprender um instrumento musical. Acrescenta que esse foi o único apoio da família em relação à sua aptidão para musica. Prosseguia sempre ajudando nos afazeres do campo. Porém, sempre tirava um tempo para tocar seu violão e cantar.

O compositor enfatiza que o sucesso na carreira se deu, primeiramente graças a Deus, seguido pela sua teimosia. Pois, todos na família eram contra a sua profissão de músico, cantor, compositor. E adiciona: “o negócio foi na raça mesmo”.
 
Marco Aurélio nos disse que aos dezoito anos teve a felicidade de montar uma dupla com o senhor Arquibaldo de Freitas – fundador da antiga Brasidisc – quem lhe apresentou para muitas pessoas do meio musical. Dentre essas pessoas, pode ter contato com o senhor Benedito Seviero com quem compôs sua primeira canção intitulada Pé de Angico.

Conforme relata o compositor, Benedito Seviero é autor de mais de três mil musicas, entre elas Boate Azul e Som de Cristal. Foi seu grande amigo, incentivador na carreira musical e mestre maior. Benedito morou por algum tempo em seu apartamento em Campo Grande. O compositor lamenta o falecimento do parceiro e amigo ocorrido neste ano.
       
Questionado sobre as dificuldades no inicio de sua carreira, Marco Aurélio enfatiza que foram várias. Começando pela falta de apoio da família, esposa e comentários com: “olha suas musicas não são boas, isso aqui não vai pra lado nenhum, larga a mão disso, volta a estudar e etc.”. Porém, através de sua persistência e crença nos seus ideais o compositor seguiu em frente.

Com o tempo as pessoas passaram a admirar suas musicas. Além disso, contou com dicas de grandes amigos. Uma das dicas considerada a mais importante para o autor surgiu do Maestro Pinocchio que lhe disse: “solta as suas musicas para quem está começando, deixa-as serem gravadas, não importa se o artista é grande ou pequeno, coloca as musicas pra rodar”.

Seguindo esse conselho, Marco Aurélio conseguiu alcançar seu primeiro grande sucesso, com a musica Você de Volta (2007), gravada pela então jovem dupla Maria Cecília e Rodolfo. “Esse foi o primeiro grande sucesso, a musica que trouxe comida para minha casa”.

O compositor nos revela que escreve em qualquer hora do dia. Porém, prefere compor durante o dia a partir das nove da manhã. Quando ocorre uma letra ou melodia durante uma viagem ou uma reunião, conta com a ajuda da tecnologia, gravando imediatamente seus insights no celular. Perguntado sobre o que o inspira compor, Marco Aurélio nos disse que é o futuro de sua filha de dezessete anos, razão de sua vida.

Antes de se tornar um compositor requisitado formou algumas duplas, uma delas com Arquibaldo. O nome da dupla era ‘Arquibaldo e Serra Morena’ (1992). Depois constituiu a dupla ‘Marco Aurélio e Paulo Sérgio’ (1997) uma das gravações da dupla foi a musica ‘Deusa Menina’ de sua autoria, bastante tocada nas rádios. Com o fim da dupla compôs uma nova parceria com o Matias (2003), segunda voz da famosa dupla Mato Grosso e Matias. Tentou mais uma vez com o Paulo Sérgio. Depois disso, decidiu encerrar a carreira de cantor (2012).

No começo de sua carreira costumava levar suas musicas pessoalmente para os artistas. Como ele mesmo diz, colocava as musicas em um disquinho e apresentava. “Olha, tenho essas musicas aqui”. “Mostrar pessoalmente é melhor”, acrescenta. Com a facilidade da internet, envia os áudios através de e-mail ou whatsapp. Em relação ao contato com os artistas, Marco Aurélio adverte que é bastante dificultoso. Deve-se saber os horários que os artistas costumam parar para ouvir as novas composições. Porém, atualmente, esse procedimento por intermédio de sua editora musical Rede Pura, se tornou mais tranquilo.

Marco Aurélio nos conta que percebeu que poderia seguir a carreira de compositor desde o primeiro não, e confessa que é muito teimoso: “quando falam pra mim que não pode, daí é que eu vou atrás, eu vou atrás até a coisa funcionar”. Seguindo o conselho de seu pai que sempre lhe dizia: “meu filho, se for pra tentar fazer alguma coisa, nem começa, homem que vai tentar tem uma brecha pra dar a desculpa de não conseguir”. Por isso, raramente o compositor desiste de seus propósitos, na maioria das vezes se empenha até conseguir obter o resultado desejado.

Sobre o sonho que alguns compositores têm em emplacar como interpretes ele diz que sonho é de cada um, considera que é difícil e salienta que: “se soubesse que ser compositor era tão bom, jamais teria tentado carreira como cantor”.

Com o primeiro dinheiro que recebeu de direitos autorais ele nos conta que fez uma compra de comida. “Nessa época estava meio quebrado e morava de aluguel”, acrescenta. Chegou uma quantia significativa, e ele pedia para Deus aumentar dez vezes aquela quantia que chegava. “Deus sempre foi bom comigo, sempre foi aumentando”.

Após o sucesso ‘Você de Volta’, outros sucessos surgiram, alguns deles em parceria com outros autores. Musicas como: ‘Perdoa Amor’ nas vozes de Marcos e Belutti; ‘Deusa Menina’ gravada por Fernando e Sorocaba e Hugo Pena e Gabriel; ‘Labirinto’ nas vozes de Cesar Menotti e Fabiano; ‘Festa na Republica’ interpretada pelo Grupo Tradição; Amar Não é Pecado na voz de Luan Santana; ‘Lendas e Mistérios’ com Fred e Gustavo e Maria Cecília e Rodolfo; ‘Jogado na Rua’ interpretada por Guilherme e Santiago; ‘Jejum de Amor’ com Gusttavo Lima; ‘Camaro Amarelo’ gravada por Munhoz e Mariano; e, ‘Mil Perdões’ interpretada por Leonardo; são alguns dos sucessos do vasto repertório do autor.

Entre seus parceiros em composições estão: Fred e Gustavo, Victor Gregório, Paula Matos, Valéria Costa, Marcinha Araújo, Bruno Caliman, Sorocaba, Ivan Medeiros, Marcelo Mello, Mauricio Mello, Camila Prates, Tiago Machado (com quem tem mais de duzentas musicas em parceiras), Victor Givago, Élcio de Carvalho, Samuel Deóli e Adriana da dupla Patrícia e Adriana, que junto com a compositora Paula Matos, fizeram a musica ‘Se Olha no Espelho’, um grande sucesso que foi gravado pela dupla Maiara e Maraisa e pelo cantor Cristiano Araújo.

O compositor também trabalha com musicas encomendadas. Sabendo do seu talento para criar, os artistas costumam procurá-lo para fazer musicas em ritmos e temas variados. Embora tenha um grande acervo de aproximadamente novecentas musicas e mais de quinhentas gravadas, Marco Aurélio não dispõe de um Home Studio, ele prefere enviar as composições em guia de violão e voz, por e-mail ou whatsapp.

De acordo com o compositor, um dos principais erros dos compositores iniciantes é querer fazer da composição uma padaria. “Composição não é uma padaria, ‘há hoje vai ter que sair’, as coisas não funcionam assim”. Segundo Marco Aurélio, tudo tem seu tempo e musica boa ninguém trava, basta soltar as musicas, deixa o pessoal gravar, não importa se é artista iniciante ou renomado. Deve-se sempre manter a linha e buscar espaço próprio.

Perguntado sobre seus sonhos, o compositor nos adianta que gostaria de ter uma de suas musicas gravadas pela cantora Alcione. Além disso, nas palavras de Marco Aurélio, sobrando pra comprar uma calça jeans, uma camisa, comprar um cigarro e principalmente manter a filha e a família já está muito bom.

Acrescentado, ele nos revelou que ainda pretende formar alguns novos compositores. “Quero ensinar a gurizada mais nova, passar por essa vida e ter deixado alguma coisa que presta”. Sobre os conturbados dias atuais que vivemos Marco Aurélio é bem direto: “basta ser homem, fazer sua parte sem depender muito disso ou daquilo, sem usar desculpas”.

Para o compositor o certo é certo e o errado é errado em qualquer circunstancia, não há meio termos. Na sua visão não se deve compactuar com calhordas. É a favor do livre arbítrio, cuida apenas dos seus e de quem quer ouvir seus conselhos: “se é que quer ouvir, se não quer não precisa colar em mim não, nem eu vou colar nos outros por isso ou aquilo”, acrescenta.

Seus principais hobbies são: jogar pôquer toda segunda feira em uma confraria de amigos, e trabalhar, mexer com musica, ouvir musica, tudo que for relacionado com musica. Questionado sobre o que a musica representa em sua vida, o autor reflete bem e nos diz sem medo de errar: “a musica é quase que como o ar que eu respiro, tirou tudo que eu tinha e me deu tudo de volta, cada vez mais a musica me dá um aprendizado gigante, me ensina lidar com pessoas, entendê-las, sobretudo, a musica faz com que eu me conheça melhor”.

Embora tenha muitas histórias que nosso entrevistado poderia compartilhar conosco, não daria para contar tudo apenas em um blog. Entretanto, Marco Aurélio achou fundamental destacar aqui a figura de Benedito Seviero. Pois, foi através dele que sua carreira seguiu em frente, foi o senhor Benedito quem o ensinou e o incentivou. “Uma homem muito importante para a musica brasileira e particularmente para mim”.

Para saber mais sobre as novidades do compositor na web acesse: InstagramTwitter e Facebook.