9 de junho de 2017

Max Hixon Music and Life

Conhecida pela elegância de sua arquitetura e pelo clima aconchegante, a Inglaterra também sempre foi lembrada pela excelência nas artes e principalmente na musica, terra de Elton John, Beatles, entre outros grandes nomes. É de lá que vem o jovem cantor e compositor Max Hixon (22). Max é nascido na cidade d Southampton, ao sul do país. Atualmente vive em Shropshire, uma região rural. O artista comenta que Shropshire é um excelente local para se morar e com boas oportunidades para músicos.

Max destaca que sua infância foi uma época agradável. Entre muitas coisas que costumava fazer, sempre teve muito interesse em História. Por conta disso, frequentemente visitava castelos e coisas do gênero. Foi aos onze anos que passou a se interessar mais por musica e começou a participar de algumas bandas. “Eu vi um ótimo violonista tocando no Queen Mary II, essa experiência me fez desejar estudar violão e fazer shows em navios algum dia também”, revela.

O artista teve instruções de canto no período escolar, tanto no gênero clássico quanto no popular. Atualmente se dedica a prática musical de quatro a cinco horas por dia. Seus pais sempre o encorajaram na carreira, comprando seus instrumentos e pagando seus cursos, atualmente Max é quem arca com todas as despesas. O artista adiciona que seu pai é um excelente crítico musical. 

Para Max, a grande dificuldade no início da carreira foi fazer com que seu trabalho fosse levado a sério. “Eu sentia que muitas pessoas não acreditavam que eu poderia ser bem sucedido na musica, eu suponho a quantidade de bons músicos competindo no Reino Unido torna isso mais difícil”, ressalta.

Embora tenha um bom domínio com o violão, o artista argumenta que seu principal instrumento é a voz. Max experimentou aulas de musica com diversos professores no decorrer dos anos. “O melhor professor que eu tive chama-se Ian Law, ensinou-me muitos macetes no violão; eu progredi rapidamente e passei a me sentir confiante tocando; ainda continuo estudando violão online, através dos cursos da Udemy e da Berklee”, acrescenta.

Entre os artistas que o inspiram estão: Buddy Holly, Bobby Darin, Billy Fury, entre outros. Sua primeira experiência no placo foi uma participação no clube local de Ellesmere; onde toda semana havia apresentações de musica country; foi também nessa ocasião que Max recebeu seu primeiro cachê. “Foi muito encorajador para mim, senti que eu deveria seguir à diante”, ressalta.

Além de cantar e tocar violão, Max também gosta de compor. Seu gosto por composição surgiu nos anos de colégio através de uma necessidade. “Eu tinha formado uma banda de Rockabilly e nós precisávamos de algumas musicas para apresentar”, comenta. Embora ainda seja bem jovem, Max nos revela que sua inspiração para escrever vem das bandas dos anos de 1950. “Eles tinham excelente estilo naquela época, podia criar com simplicidade, porém, eram canções incrivelmente poderosas”, enfatiza.

Sua primeira composição foi Luck Number Three, ainda não publicada; a segunda criação foi Tonight Is All For You, e faz parte de seu primeiro álbum Lovesick Loverboy. Em seu processo de criação, Max diz que busca inovar o tanto quanto pode. “Embora eu ame ritmos e boas letras, os ritmos tendem surgir primeiro, frequentemente”, adiciona. Entre suas composições prediletas estão: Picture Of Perfection, escrita em 2016 e gravada em 2017; e Lovesick Loverboy. Ambas disponíveis no site do artista. Recentemente Max participou de uma colaboração musical com Steve Reynolds da banda Wannabe Shadows. A dupla gravou um cover da musica Lucky Lips, famosa na interpretação de Sir Cliff Richard e da banda The Shadows.

Seu recente trabalho é o álbum Lovesick Loverboy, gravado e distribuído pelo selo Moondream Records; as canções são todas de sua autoria. Na produção, Max conta com o feedback do baterista Korrey Williams do Reino Unido; além das aulas de escrita musical na faculdade BIMM Manchester e dos cursos online. Com corajem, determinação e amor pela musica, Max tem ganhado a vida através de suas apresentações em resorts de férias e cruzeiros. Para saber mais sobre o trabalho de Max Hixon acesse: Max Hixon Official Website.